Sim, somos nós.

Afetamos outros e deixamo-nos “consumir”.

Fazemos parte desta grande massa de população consumista de ingredientes de origem animal.

Não em todos os casos, mas em alguns deles um consumo que se verifica exagerado.

Não é do vosso interesse que estejam em causa os direitos dos animais ou a “saúde” da Terra?

São aquelas pessoas que não têm o mínimo de amor por outros seres vivos, nem pelo planeta onde vivem,  a vossa “casa”?

Se assim é, manifestem pelo menos amor próprio.

Desenganem-se se pensam que não estão também a afetar a “o vosso próprio umbigo”.

Para além da poluição provocada pelas indústrias, situação que vos afeta diretamente, também aquilo que estão a comer não vos irá pôr no grupo de pessoas saudáveis.

O leite, iogurtes e carnes que consomem provêm de animais que foram “cobertos” de químicos de modo a proporcionarem mais e “melhores” produtos.

Obviamente, que atualmente é difícil encontrar produtos biológicos quer sejam de origem animal ou vegetal, mas se nenhum destes grupos é totalmente um exemplo de “consumo saudável” parece-me a mim que os produtos de origem animal se destacam negativamente.

Pensem nisso!

Advertisements